HomeMinas GeraisDono de casa noturna Peixe Vivo mata a mulher e se mata em Contagem

Dono de casa noturna Peixe Vivo mata a mulher e se mata em Contagem

Um crime passional! Edson Lopes, de 33 anos, matou a mulher, Amanda Rodrigues, de 31, e se matou em seguida. O crime aconteceu hoje pela manhã (13) na casa do casal, na Rua Eucalipto, bairro Colonial, em Contagem. Edson era o proprietário das casas de show Peixe Vivo, bastante conhecidas na região metropolitana.

Uma pistola semi-automática foi apreendida sob o corpo do autor. A PM informou que Amanda Rodrigues Teixeira de Melo foi atingida por cinco tiros e chegou a ser socorrida para Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) XVI, mas acabou não resistindo aos ferimentos e faleceu. 

Já Edson Lopes Fonseca, de 33, atirou em sua cabeça e já foi achado sem vida na casa da família, tendo seu óbito confirmado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu.

A Polícia Civil fez os levantamentos iniciais, constatando que Amanda foi atingida por três disparos no tórax, um no braço e outro na região lombar. O corpo do homem foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) da capital mineira. O casal deixa dois filhos pequenos. Não se sabe onde as crianças estavam no momento do crime.

Segundo o relato de vizinhos do casal, os disparos foram ouvidos por volta das 9h. “Olhamos na rua e, como não vimos nada, deixamos para lá. Por volta de 11h a rua estava cheia de carros de polícia. Foi aí que descobrimos o que tinha acontecido dentro da casa”, relatou uma mulher que preferiu não ser identificada. 

Através das redes sócias, amigos e familiares do casal deixavam suas últimas homenagens.

Que Deus conforte a família. Que os filhos que ficaram sem seus pais possam ter o apoio necessário para superar tamanha tragédia”, lamentou uma mulher. “Nossa, ainda não consigo acreditar. Que Deus a guarde em um bom lugar, ilumine todos e dê forças para superar uma coisa tão trágica. Sem palavras”, finalizou uma amiga.

O casal deixa dois filhos. 

Por Felipe Cruz, com colaboração do portal O Tempo.

Compartilhar com:
Classifique este artigo
Sem Comentários

Comente

})(jQuery)