HomeDestaque 2Gerente da Copasa comparece à Câmara e afirma: “Visão, em tese, não deveria ter prédios”
copasa lagoa santa

Gerente da Copasa comparece à Câmara e afirma: “Visão, em tese, não deveria ter prédios”

Copasa em pauta!!! A crise de falta d’água no município de Lagoa Santa, em particular, nos bairros   Aeronautas e Visão, foi mais uma vez temática da reunião ordinária dessa terça-feira, na Câmara Municipal.

Leia também: Moradora de Lagoa Santa recebe conta da Copasa no valor de R$ 428 mil

Leia também: Otimismo da economia leva rede de particular de ensino abrir 4 novas unidades em 2020 – BH e Pedro Leopoldo
dentista em lagoa santa
Estamos atrás da Igreja Matriz, no entorno da Praça do Liliu. Faça seu orçamento conosco, sem compromisso!

Com a presença do Gerente Regional da Copasa, José Cláudio Ramos, moradores destes bairros desabafaram e fizeram vários questionamentos:

falta d’água; falta de comunicação prévia aos moradores sobre a paralisação no abastecimento; contas com valores exorbitantes e principalmente, a busca por soluções imediatas para sanar o problema.

Mais uma vez, o gerente da Copasa apresentou explicações aos moradores, mas, ao final, não convenceu os presentes.

Plenário esteve lotado. Moradores de vários bairros estiveram presente.

Apesar de a empresa enviar caminhões pipas, segundo Valdeci, morador do bairro Visão, muitas vezes não tem quem suba no telhado para levar a mangueira à caixa d’ água, e os funcionários não fazem isso. 

Desta maneira, muitos moradores ficam sem abastecimento. 

Jogar a água na rede, também não tem sido a solução, já que os moradores de prédios, se quer recebem água.

Adm Lagoa Santa
A mais completa de Lagoa Santa!!!

“Queremos uma resposta mais rápida. Nós precisamos lavar vasilhas, fazer comida, lavar roupas, tomar banho.

Se colocar água na rede, nós vamos continuar sem água”, destacou o morador do Aeronautas, Reinado Santos.

Mas, nem todos as perguntas foram respondias. A ausência do vice-prefeito, Breno Salomão, e da diretora de meio ambiente, Jussara Viana, deixaram vários questionamentos sem respostas.

O que mais intrigava os presentes era qual o critério usado pelos mesmos para a liberação de tantos empreendimentos na cidade, mesmo com a população sofrendo com a falta de água.

Moradora do bairro Visão desabafou.

A moradora do Visão, Carla Perdigão, afirmou, mais uma vez, não entender o porquê de tanta construção:

“Eu não estou aqui para defender a Copasa, mas acho que nem tudo cabe a ela.

Por exemplo, a liberação de tanto empreendimento aqui na cidade. Se o pouco que tem aqui, já não estão dando conta, como vão dar conta de quem vai chegar?

Eu vou sugerir ao povo para entrar no Ministério Público contra a Prefeitura e contra quem está liberando esse tanto de empreendimento”, concluiu.

Mc Locações Lagoa Santa
O melhor preço de Lagoa Santa em equipamentos para sua obra e aluguel de caçambas.

O empresário Adalto Figueiredo também foi um dos oradores da noite. Ele foi enfático em sua fala:

“As consequências dessa falta de planejamento na cidade nunca vai para o rico, só para a casa do pobre.
O único lugar que o povo tem voz nessa cidade é aqui na Câmara”, desabafou.
copasa lagoa santa
Empresário Adalto Figueiredo.

Mas o alvoroço maior foi com a fala do gerente da Copasa sobre os prédios construídos no bairro Visão: “O bairro Visão, lá, em tese, não deveria ter prédios, mas tem!”

Ao final, o José Cláudio assegurou que a Copasa está fazendo investimento para não faltar água nestes bairros. Segundo ele, a previsão é que as obras sejam concluídas no prazo de três meses.

copasa lagoa santa
Gerente regional da Copasa.

O vereador e presidente da Câmara, Leandro Cândido, se reuniu com um representante da empresa Águas do Brasil, que atende a cidade de Pará de Minas no fornecimento de água e tratamento de esgoto.

A cidade, com 100 mil habitantes, não enfrenta mais os problemas do passado, graças aos grandes investimentos feitos pela empresa.

leandro copasa
Presidente da Câmara, vereador Leandro Cândido.
“Não vamos recuar um centímetro das cobranças sobre a Copasa. Ela tem que prestar um serviço de qualidade em Lagoa Santa.
Como disse anteriormente, se não está dando conta, vamos atrás de outra empresa. O povo não aguenta mais sofrer”.

Por Verônica Barbosa e Felipe Cruz

Compartilhar com:
Classifique este artigo
Sem Comentários

Comente

})(jQuery)