HomeLagoa SantaFebre Amarela! Minas enfrenta surto da doença e cidades do Vetor Norte estão em alerta

Febre Amarela! Minas enfrenta surto da doença e cidades do Vetor Norte estão em alerta

O surto de Febre Amarela tem assustado os mineiros, principalmente quem mora ou tem parentes em regiões com incidências do caso, como nas cidades de Caratinga, Ladainha e Teófilo Otoni. Cidades do Vetor Norte estão em alerta.    

Na tarde de ontem (19), a secretaria estadual de saúde informou que 23 pessoas já morrem em decorrência da Febre Amarela em Minas. Esse já é o maior surto da doença no estado desde que os dados foram catalogados. Outros 206 casos foram notificados da doença, dos quais 34 se confirmaram e 23 evoluíram para óbito.  

Mais um foragido é preso em Lagoa Santa

O surto de Febre Amarela tem assustado os mineiros, principalmente quem mora ou tem parentes em regiões com incidências do caso, como nas cidades de Caratinga, Ladainha e Teófilo Otoni. Cidades do Vetor Norte estão em alerta.

Equipe de monitoramento ativo contra a febre amarela (Foto: Prefeitura de Lagoa Santa)

A região do Vetor Norte não está inserida na área de risco da doença, mas todas as cidades estão tomando providencias quanto a doença. O secretário municipal de saúde e bem estar social de Lagoa Santa, Gilson Urbano, alerta sobre os cuidados que tem tomado junto ao setor de imunização. ““É preciso ficar atento, a situação exige cuidados. Diante dessa questão criamos uma equipe de monitoramento ativo para acompanhar a evolução da doença no estado. Até o momento, nenhum caso da doença foi registrado em Lagoa Santa”, destaca o secretário. 

De acordo com Gilma Mariano Avelar Salomão, responsável pelo setor de imunização da secretaria municipal de saúde de Lagoa Santa, não haverá falta de vacina contra a febre amarela na cidade. “O que pode acontecer é o término do estoque circunstancial em um determinado posto de vacinação, devido às características de armazenamento da vacina, mas que é sanada em questão de horas, isto é, no tempo mínimo necessário para a logística de transporte, bem como, o correto manuseio e manipulação da vacina seja concluído” observa a profissional. 

Existem dois tipos de Febre Amarela, a Urbana e a Silvestre. A febre amarela silvestre é transmitida por mosquitos (Haemagogus e o Sabethes) que vivem nas matas e na beira dos rios. Estes mosquitos picaram macacos contaminados e depois picaram pessoas que adoeceram. Por isso há relato de mortes de macacos nas regiões acometidas. A febre amarela urbana não existe no Brasil desde 1942 e é transmitida  quando um mosquito urbano, o Aedes aegypti, pica uma pessoa doente e depois pica outra pessoa susceptível, transmitindo a doença. Exatamente como acontece com a dengue, zika e chikungunya. 

O vírus que causa a febre amarela urbana ou a silvestre é exatamente o mesmo. Isso significa que os sinais, sintomas e evolução da doença são exatamente os mesmos. Tudo igual.

O quadro abaixo mostra em quais unidades de saúde de Lagoa Santa o cidadão poderá encontrar a vacina, respeitando o horário de funcionamento. 

UBS Campinho  
 
2ª a 6ª de 8h às 12h e 13h às 16h
3688 1432
UBS Palmital 3688 1496
UBS Moradas da Lapinha 3688 1440
UBS Centro 3688 1368
UBS Jardim Ipê 2ª a 6ª de 8h às 12h. 3688 1429
UBS Aeronautas 2ª , 4ª e 6ª de 8h às 12h. 3688 1431

 Vacinação

 Na tarde desta sexta-feira (20), nossa redação recebeu dezenas de telefones informando que no Posto Central, localizado na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, está sem a vacina contra a febre amarela. De acordo com a secretaria municipal de saúde, até a próxima quarta-feira (25), o estoque estará reestabelecido. 

Por Felipe Cruz

Fullys
Compartilhar com:
Classifique este artigo

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e editor-chefe do Portal. "Acredite nos seus sonhos e vá em busca de realizá-lo". Obrigado pela confiança no Vetor Norte Notícias! Faça contato conosco - 3681-6467.

jrfelipecruz@gmail.com

Sem Comentários

Comente