HomeLagoa SantaEntrevista Breno Salomão Gomes (PPS) – vice prefeito de Lagoa Santa e secretário municipal de desenvolvimento urbano
Entrevista Breno Salomão Gomes (PPS) - vice prefeito de Lagoa Santa e secretário municipal de desenvolvimento urbano

Entrevista Breno Salomão Gomes (PPS) – vice prefeito de Lagoa Santa e secretário municipal de desenvolvimento urbano

Muito se discute sobre o novo perfil dos políticos brasileiros, que vai muito além da simpatia, do sorriso fácil e do discurso pronto. A sociedade se tornou mais exigente, mais crítica quanto a postura de seus representantes, e começou a exigir gestores competentes a frente de ministérios, prefeituras, secretarias municipais, estaduais e autarquias públicas.  

Por mais que exista controvérsias, duas das principais cidade do país, São Paulo e Belo Horizonte, estão sendo administradas por dois empresários bem sucedidos, João Dória (PSDB) e Alexandre Kalil (PHS), respectivamente. Em Lagoa Santa, após a conturbada administração do Dr. Fernando, quase 70% da população optou pelos nomes de Rogério Avelar e Breno Salomão Gomes, ambos do PPS. 

Eles já mostraram que são bons gestores entre os anos de 2007 e 2012, na primeira gestão Avelar. Em 2017, retornam para a Prefeitura, e Breno segue no desenvolvimento urbano. Com uma administração arrojada, no melhor momento da cidade, durante o “boom” do crescimento, eles transformaram a pacata cidade de Lagoa Santa em uma pequena metrópole, em constante desenvolvimento. 

E para falar um pouco sobre esse novo momento da cidade, um novo Plano Diretor em construção, os desafios na área da saúde, mobilidade urbana, segurança publica e desenvolvimento, entrevistamos, com exclusividade, o vice prefeito de Lagoa Santa, Breno Salomão Gomes. 

Pela primeira após tomar posse, ele recebeu a nossa equipe na secretaria de desenvolvimento urbano para um café. Breno não esconde que os desafios são muitos, mas a vontade de vencer e a determinação dessa nova gestão serão capazes de colocar Lagoa Santa novamente nos trilhos do desenvolvimento.

 Boa leitura!

1 – Você é considerado o melhor secretario que essa pasta já teve. Pela segunda vez você assume a responsabilidade de comandar o desenvolvimento da cidade. Como recebeu a pasta, haja vista a gestão tumultuada do prefeito anterior?

Cada secretário tem uma linha de trabalhar, e não cabe mais falar do que passou, é hora de olhar para frente, temos muitos desafios. Temos que focar em nossa visão, pensando no futuro. Vamos tentar executar todo aquele planejamento que traçamos lá atrás, na ultima gestão do prefeito Rogério. 

Estamos retomando o crescimento, reorganizando a secretaria, pois somos sabedores que ela é o coração do desenvolvimento de Lagoa Santa. Temos que ter responsabilidade e tomar um cuidado muito grande, pois estamos pensando a cidade para as próximas gerações, estamos pensando Lagoa Santa para os próximos 30 anos. 

Políticos planejam a cidade de quatro em quatro anos, já os gestores planejam a cidade de médio a longo prazo. Queremos deixar um legado para as gerações futuras. 

Lei da Transparência! Vereador Artileu propõe fim do Voto Secreto

2 – Quais serão as prioridades da sua pasta nesse novo momento de Lagoa Santa?

Primeiramente, resolver a mobilidade urbana, principalmente na região da Vila Maria e Palmital. Será um trabalho compartilhado com a educação e saúde, a fim de aportar toda a demanda migratória de novos moradores. 

Queremos ampliar as redes de educação e saúde. A Segurança Pública também será uma prioridade em nosso governo. Estamos em contato com a policia militar, policia civil, para que o município não aumente seus índices de criminalidade. Mesmo sabendo que segurança publica é de responsabilidade do estado, vamos fazer a nossa parte. 

 

Também, está em estudo levarmos o desenvolvimento de Lagoa Santa para a porção leste do município, a região de Lagoinha de Fora. De forma bem planejada e discutida com a sociedade, queremos levar um novo viés de desenvolvimento para aquela região. Vamos criar uma nova centralidade de desenvolvimento na cidade.

3 – Muito se questiona que Lagoa Santa cresceu e não se desenvolveu, haja vista a falta de universidades, escolas técnicas e profissionalizantes, além da pouca oferta de empregos. O que você pretende fazer para mudar esse cenário? 

O maior problema da cidade, particularmente, não é nem a questão da saúde, é a questão de emprego e renda. Nosso maior desafio é mudar esse cenário. Nós estamos trabalhando em duas frentes. O desenvolvimento econômico, através da vinda de novas empresas e industrias. Vamos procurar a Fiemg para tentar viabilizar a vinda de grandes industrias para Lagoa Santa e um Senai. 

Queremos retomar as obras do CTCA, a Feluma iniciará suas atividades no segundo semestre. A outra frente é a qualificação da mão de obra de Lagoa Santa pra que ela tenha as portas abertas não apenas na cidade, mas em toda nossa região. Se a nossa mão de obra de Lagoa Santa estiver qualificada, ela sai na frente em relação a mão de obra das cidades do entorno. 

Esse é um grande desafio de nossa gestão, mas cabe a nós gestores encarar os desafios com afinco, determinação e buscar ter sucesso. 

4 – O cenário econômico do país, do estado e do município é bem diferente de quando foi secretário na gestão passada do Prefeito Rogério Avelar. É hora dos gestores serem mais criativos e buscarem mais parcerias público privadas – PPP’s?

A gente já vislumbrava esse cenário há algum tempo. O gestor precisa ter uma visão imediata do município, estado e pais, mas também de médio e longo prazo para planejar suas ações. Em 2011 propusemos um Projeto de Lei, que posteriormente virou uma lei municipal, que permitia o município de Lagoa Santa a buscar a iniciativa privada e propor as PPP’s. 

Temos pretensões de continuar e ampliar as parcerias, visando sempre o desenvolvimento de Lagoa Santa. Os recursos são escassos, mas temos que ser criativos e buscar alternativas, como medidas mitigadoras e contra partidas. 

O empresário preciso ter tranquilidade para fazer seu investimento e confiança no governo para poder investir. Não tenha duvidas, vamos em buscas de parceiros para essas PPP’s.

6 –  Plano Diretor – será elaborado um novo? 

O plano diretor, no nosso entendimento, não teve um viés de longo prazo, um planejamento maior da cidade. Consideramos também que ele foi um plano perverso com um setor que gera muito emprego e renda para a cidade, o setor imobiliário. Mas ele tem muitos pontos positivos, que podem ser aprimorados. 

Nossa intenção é realizar novas audiências publicas para a elaboração de um novo Plano Diretor, respeitando a vocação da cidade e apresentando um novo modelo de desenvolvimento para a região leste de Lagoa Santa. 

Esse novo Plano será elaborado em parceria com a AV Norte, a fim de se evitar custos para o município. Estamos trabalhando para que já primeiro semestre de 2017 esse novo Plano Diretor seja elaborado para ser amplamente discutido entre os vereadores e a sociedade. 

7 – O papel da Câmara na administração?

A câmara tem o papel fiscalizador dela, e estamos buscando uma unidade entre os vereadores, que é fundamental para a cidade. A câmara não pode destoar e acirrar rixas políticas. 

Independente de qualquer coisa, Lagoa Santa deve estar sempre em primeiro lugar. Nosso intuito é fazer tudo em quatro mãos, Executivo e Legislativo. Lá é a porta de entrada do cidadão. Vamos sempre buscar um alinhamento, a harmonia entre os poderes, mantendo um diálogo aberto e franco. 

Quem ganha com isso, sem sombra de dúvidas, é a cidade, é o cidadão. 

8 – Muito foi feito pela educação na gestão anterior do Rogério Avelar. Já na gestão Dr. Fernando, a educação não foi tratada como prioridade, haja vista a não construção de mais unidades escolares. O que fazer para mudar esse cenário? 

Estamos em constante conversa com a Nila Resende, secretaria de educação, para aportarmos a demanda da cidade. Vamos partir da mesma conceituação de trabalho. Temos uma demanda reprimida muito grande, foram quatro anos sem nenhuma nova escola construída. As diretrizes serão dadas pela secretaria de educação através do cadastramento escolar. 

A cidade cresceu, a demanda também, e vamos partir dentro daquele critério que sempre seguimos, respeitando o dinheiro publico e entregando escolas de qualidade e bem estruturadas. 

9 – Estados e municípios passam por uma grave crise, e como Lagoa Santa se encontra nesse quadro? Os servidores precisam se preocupar com o escalonamento de salário, da forma como o Estado de Minas tem feito? 

A crise é a nível Brasil, e em Lagoa santa não é diferente. Mas a cidade é bem equalizada, muito equilibrado. O servidor publico é peça fundamental nesse reerguimento da cidade. Temos que dar condições a ele de trabalho, respeitando o que exige a legislação. 

Sem o servidor, tudo que a gente deseja fazer, executar, não terá êxito sem ele vestir a camisa. O servidor é a peca principal dessa engrenagem. 

10 – Uma mensagem para os lagoassanteses, que confiam na sua gestão e querem que a cidade volte aos trilhos.

O desafio é grande! Quando nos candidatamos já tínhamos essa noção, de como receberíamos a cidade. Mas agora é olhar pra frente, arregaçar as mangas, com muita determinação, trabalho e planejamento. 

A população pode manter viva a esperança que vamos colocar Lagoa Santa novamente nos trilhos. Vamos conseguir fazer tudo aquilo que foi prometido. Não faltará trabalho, respeito a cidade e principalmente, respeito ao cidadão!

Por Felipe Cruz

Fullys
Compartilhar com:
Classifique este artigo

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e editor-chefe do Portal. "Acredite nos seus sonhos e vá em busca de realizá-lo". Obrigado pela confiança no Vetor Norte Notícias! Faça contato conosco - 3681-6467.

jrfelipecruz@gmail.com

Comentários
  • Brenão é o cara nesse assunto! Não saia dai nunca mais!

    #Digite23eDeixeOHomemTrabalhar!!

    9 de fevereiro de 2017
  • breno a gente sabe que situacao que o srr dr do povo deixou a prefeitura nao e facil… mais faca o seu melhor pela nossa cidade.

    9 de fevereiro de 2017
  • É isso ai temos que seguir em frente ficar só reclamando e olhando para trás nãoi dá.

    Parabéns Felipe Cruz pela matéria, exemplo de imparcialidade! Continue assim esse projeto é monstruoso.

    Parabéns!

    9 de fevereiro de 2017
  • Uai, o Jornal do Genesco entrevisando o Breno? Até ele concorda que o Breno é bom mesmo. LAgoa santa no rumo certo

    9 de fevereiro de 2017
    • Lucas, o jornal é imparcial e não tem nenhum vínculo político. O dia que quiser conhecer nossa redação e as pessoas envolvidas no projeto, estamos a disposição. Nosso lado é o da informação. Quando um veículo de comunicação novo chega ao mercado essa é a forma dos concorrentes tentarem nos igualar a eles, mas estamos conscientes do nosso trabalho e vamos manter essa linha, com transparência, ética, respeito ao leitor e credibilidade. O convite está feito. Quando quiser nos visitar, ou nos enviar seus contatos, será um prazer conversarmos.

      10 de fevereiro de 2017
  • Boa noite Lucas,o portal de notícias não é comprado,e muito menos do Genesco ou de qualquer outro político de Lagoa Santa,é um Canal de Comunicação que visa a informação imparcial.Isso se chama profissionalismo,independente de divergências políticas.

    9 de fevereiro de 2017

Comente