HomeMinas GeraisHelicóptero da “coca”? Não, Helicóptero do Pimentel! [Assista ao vídeo]
Helicóptero da “coca”? Não, Helicóptero do Pimentel!

Helicóptero da “coca”? Não, Helicóptero do Pimentel! [Assista ao vídeo]

Um vídeo que viralizou na internet mostra o governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), buscando seu filho com o helicóptero do Estado. O vídeo mostra seu filho sendo acompanhado por amigos que curtiram a noite de réveillon em um dos condomínios mais “top” do Brasil, o Escarpas do Lago, em Capitólio.

Em nota, Pimentel afirma que agiu dentro da lei. Mas cabe ao cidadão a reflexão, pode até ser legal, mas é moral? E assim começamos 2017, pagando viagem de helicóptero para o filho do governador!

O governador Fernando Pimentel também usou sua página oficial no Twitter para comentar o assunto. “Neste domingo, dia 1º, fui a Escarpas do Lago, pela manhã, de helicóptero, com a intenção de ficar o dia lá, com meu filho, que passara o Réveillon na casa de amigos. Ainda no voo de ida, ele comunicou-se comigo, dizendo que não se sentia bem, e perguntava se não me incomodaria voltar mais cedo com ele para BH, em vez de almoçar lá. Obviamente, eu concordei e voltamos juntos, logo após o pouso, ainda pela manhã”, afirmou o governador.

Para o governador, a divulgação do vídeo são “ataques dessa campanha insidiosa de um pequeno grupo da oposição”. De acordo com Pimentel, eles ( a oposição) conhece o decreto que o autorizou a usar o helicóptero. No entanto, lamenta o governador, seus adversários tentam “atrapalhar e prejudicar o Estado, em vez de ajudar a unir os mineiros no enfrentamento da crise”.

 

Assista ao vídeo!

Por Felipe Cruz

Fullys
Compartilhar com:
Classifique este artigo

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e editor-chefe do Portal. "Acredite nos seus sonhos e vá em busca de realizá-lo". Obrigado pela confiança no Vetor Norte Notícias! Faça contato conosco - 3681-6467.

jrfelipecruz@gmail.com

Comentários
  • Político pode tudo no Brasil

    2 de janeiro de 2017

Comente