HomeBHVovó do tráfico é presa com muita, mas muita droga mesmo, além de uma submetralhadora
Uma coisa é verdade, não existe idade, cor, sexo ou classe social para se envolver no mundo do crime. À prova disso foi a ocorrência do último sábado (1), com a prisão da "vovó do tráfico".

Vovó do tráfico é presa com muita, mas muita droga mesmo, além de uma submetralhadora

Uma coisa é verdade, não existe idade, cor, sexo ou classe social para se envolver no mundo do crime. À prova disso foi a ocorrência do último sábado (1), com a prisão da “vovó do tráfico”.

Militares da 3 Cia Independente de Missões Especiais prenderam uma grande quantidade de drogas e armas no “Aglomerado da Ilha”, região do bairro São Bernardo, em Belo Horizonte.
E sabe quem era a “dona da boca”?  Suely Rosane Moreira, conhecida como a “vovó do tráfico”.

Vereador de Lagoa Santa propõe movimento contra Reforma da Previdência

 

Os militares da GER 19, comandada pelo SGT Matias, voltavam de uma entrevista na rádio Itatiaia sobre aquela apreensão de armas de fogo de fabricação turca, quando receberam informações sobre o tráfico de drogas no “Aglomerado da Ilha”.

Uma coisa é verdade, não existe idade, cor, sexo ou classe social para se envolver no mundo do crime. À prova disso foi a ocorrência do último sábado (1), com a prisão da “vovó do tráfico”.

 Chegando no local, um indivíduo logo empreendeu fuga, passando entre os becos e pulando sobre os telhados das casas. Ele havia dispensado uma sacola com pinos de cocaína e um celular. Mas na sua fuga, o suspeito deixou pistas de onde morava, e ao chegarem no local, encontraram a “vovó do tráfico” e mais um suspeito.

Com eles foi encontrado uma sub metralhadora, drogas e dinheiro. Reforço foi solicitado e a presença da ROCCA, que chegou com o cão Urbi. Após um pente fino no local, mais drogas, armas, dinheiro e até um rádio transmissor foi encontrado.

Veja a relação do que foi encontrado na operação.

01 Pistola calibre cal 9mm
01 sub metralhadora cal. 380
01 carregador 9mm
03 Carregadores  de sub metralhadora  cal.380
13 munições  cal. 44
11 munições cal. 380
08 munições  cal. 357
17 munições  cal 9mm
09 munições cal 12
R$ 1469,50 reais
470 pinos de cocaina
93 buchas de maconha
01 Tablete pequeno de maconha
481 pedras de crack
03 balanças de precisão
01 rádio comunicador
01 celular

Todos os autores e materiais foram conduzidos até a Central de Flagrantes 1, no bairro Floresta, em BH. A “vovó do tráfico” e o outro suspeito, Jhonatan Ribeiro, foram autuados em flagrante. O terceiro suspeito também foi qualificado no BO, mesmo não sendo capturado.

É vovó, foi dia primeiro de Abril, mas a senhora foi presa de verdade.

Por Felipe Cruz

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e editor-chefe do Portal.
“Acredite nos seus sonhos e vá em busca de realizá-lo”.

Obrigado pela confiança no Vetor Norte Notícias! Faça contato conosco – 3681-6467.

Fullys
Compartilhar com:
Classifique este artigo
Sem Comentários

Comente