HomeEducaçãoProjeto Direito na Escola chega a Lagoa Santa e promove interação e conhecimento em escolas públicas
Projeto Direito na Escola chega a Lagoa Santa e promove interação e conhecimento em escolas públicas

Projeto Direito na Escola chega a Lagoa Santa e promove interação e conhecimento em escolas públicas

Um adolescente de 12 anos pode ser algemado pela polícia quando comete algum ato infracional? Uma jovem de 16 anos pode se casar? Com 18 anos posso trocar meu nome? Até que horas posso ficar com som alto em casa?

Um projeto inovador e muito didático, o Direito na Escola, promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/MG, através da Comissão Estadual “OAB VAI À ESCOLA”, tenta esclarecer dúvidas como essas, presentes que dia a dia do cidadão, principalmente de jovens.

Criado em 2010, o programa já passou por mais de 100 escolas, atendeu mais de 55 mil pessoas em 12 cidades diferentes. Atualmente, mais de 400 advogados de várias cidades do estado fazem parte do projeto. E nesse ano, o projeto Direito na Escola chegou ‘a Lagoa Santa em escolas do ensino fundamental e médio.

Duas escolas já tiveram a oportunidade de receber as palestras, a Escola Estadual Padre Menezes e o Colégio Ebenezer Lagoa Santa. Na E. M. Padre Menezes, cerva de 200 pais de alunos participaram da primeira palestra, e ficaram encantados., tanto que a diretoria da escola solicitou a volta deles, mas dessa vez, para promoverem uma palestra para os estudantes, que aconteceu no último dia 24.

Projeto Direito na Escola chega a Lagoa Santa e promove interação e conhecimento em escolas públicas

Na Escola Ebenezer, a professora Raphaela Nunes fez as honras da casa. Ao lado dela, cerca de 70 alunos, entre 10 e 16 anos, participaram da palestra, que também ocorrera no dia 24. De forma bastante dinâmica, os alunos se envolveram na palestra, fizeram perguntas e interagiram com os professores.

“É muito bacana essa interação dos estudantes conosco. Tentamos ao máximo nos aproximar da realidade deles, dessa diversidade de ideias. Queremos cada vez mais escolas participando e também advogados de diversas cidades”, destaca o advogado, professor e responsável pelo programa, Dr. Lucas Andrade.

Acompanhando Dr. Lucas em Lagoa Santa nesta manhã estiveram os advogados: Fábio Piló; Graziella Rose; Samira Marques e Daniela Barbosa, do escritório Lagoa Santa Marques e Barbosa advocacia e consultoria jurídica.

Dra. Daniela é uma grande incentivadora do projeto e sempre que possível faz questão de acompanhar os professores. Ela é membro da OAB/MG como secretária adjunta da 151 Subsecão; presidente da comissão de assuntos carcerários da OAB Lagoa Santa; membro da comissão estadual de assuntos carcerários e Delegada de prerrogativas estadual da OAB/MG.

Vale destacar que os professores do projeto Direito na Escola são professores de diversas faculdades de direito do estado, advogados e estagiários, devidamente selecionados e capacitados. Existe uma preocupação muito grande por parte da OAB/MG por ser um projeto que envolve crianças e adolescentes.

Além das palestras, também são oferecidos cursos em cinco áreas do direito para estudantes e professores, sendo:

DIREITO PÚBLICO

DIREITO PENAL

DIREITO CIVIL

DIREITO DO TRABALHO

DIREITO AO AMBIENTE

O programa também promove visitas guiadas a órgãos públicos para que os estudantes conheçam um pouco do “mundo do direito” na sociedade. O objetivo do coordenador do projeto, Dr. Lucas Andrade, é expandir ainda mais o Direito na Escola por mais cidades mineiras, além de capacitar advogados e estagiários nas subseções da OAB.

Parcerias

E para referendar esse objetivo do coordenador do projeto, um almoço aconteceu na tarde do dia 24/02, no restaurante Joá Vila Real, com advogados de Lagoa Santa. O objetivo do encontro foi apresentar um mais a metodologia do programa e somar forças para sua expansão na cidade.

Em Belo Horizonte as coisas já aconteceram. A Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Meio Ambiente, firmou uma parceria com a Comissão OAB vai à Escola para levar o ensino do Direito à escolas municipais.

Um grupo de professores de direito, advogados e voluntários, muito bem intencionados, querem fazer a diferença na vida das pessoas. Projetos como esses devem ser abraçados pelas autoridades e reconhecidos pela sociedade. São perguntas simples como as citadas no primeiro parágrafo que podem sim fazer a diferença na vida das pessoas.

Mais informações sobre o programa acesse: direitonaescola.com

Por Felipe Cruz

Fullys
Compartilhar com:
Classifique este artigo

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e editor-chefe do Portal. "Acredite nos seus sonhos e vá em busca de realizá-lo". Obrigado pela confiança no Vetor Norte Notícias! Faça contato conosco - 3681-6467.

jrfelipecruz@gmail.com

Sem Comentários

Comente