HomeLagoa SantaGanhando vida! Projeto de revitalização da orla da Lagoa Central é apresentado – assista ao video

Ganhando vida! Projeto de revitalização da orla da Lagoa Central é apresentado – assista ao video

Aconteceu na última segunda-feira (24), no auditório da Escola Municipal Dr. Lund, a apresentação oficial do projeto de revitalização do principal cartão postal de Lagoa Santa, a Lagoa Central. O evento foi realizado pela prefeitura municipal, que contou com a presença de importantes autoridades e grandes nomes da engenharia e construção civil do Vetor Norte. 

Deputado federal Marcelo Álvaro Antônio; secretário municipal de Saúde, Gilson Urbano; secretária municipal de fazenda, Patrícia D’Avelar; Presidente e vice-presidente da Câmara, Juninho Fagundes (PHS) e Carlos Alberto dos Santos (PPS); vereador Dr. Neil (PPS); presidente da Associação dos Arquitetos e Engenheiros de Lagoa Santa – Area; presidente da Associação Comercial, Carlos Alberto; capitão Rodrigo, representando o comandante do parque de material aeronáutico de Lagoa Santa, além dezenas de servidores públicos e representantes da sociedade civil. 

O vice-prefeito e secretário municipal de desenvolvimento urbano, Breno Salomão (PPS), fez as honras da casa, e iniciou sua apresentação ressaltando a importância da participação popular no desenvolvimento do projeto. “Nosso objetivo é construir esse projeto por quatro mãos, Executivo e sociedade. Vale destacar que ele não se restringe apenas a lagoa central, mas para toda Lagoa Santa. Iniciaremos um programa de revitalização e urbanização de toda cidade. Os desafios são muitos, mas nossa vontade é ainda maior”, ressalta Breno. 

Dentro do que foi apresentado por Breno, além do projeto “supra sumo”, a revitalização da orla da Lagoa Central, algumas importantes intervenções urbanísticas deverão acontecer, dentro do programa “Lagoa Santa + Limpa, sendo: 
  • Preservar a memória cultural e histórica da cidade
  • Padronizar calçadas
  • Novo conceito de paisagismo
  • Padronizar publicidade
  • Padronizar sinalização viária e turística
  • Rede elétrica e de telefone subterrânea 
  • Padronizar mobiliário urbano
  • Incentivar trabalho de revitalização de prédios antigos

A parte técnica do projeto ficou por conta do servidor César Batista. Ele apresentou, detalhadamente, todas as etapas do projeto de revitalização da Lagoa Central, desde cuidados com a qualidade da água, até intervenções urbanísticas. 

Clique aqui e assista ao vídeo que mostra em detalhes a transformação proposta no Iate Clube, que será transformado no “Iate Cultural”. 

Por fim, o microfone foi aberto para perguntas e comentários. O engenheiro Carlos Von Sperling explanou sua preocupação com o assoreamento da Lagoa Central. “A drenagem pluvial deve ser uma prioridade grande no projeto. Olhem a quantidade enorme de detritos e água que vão pra dentro da lagoa em dias de chuva. Ela está sendo assoreada por material que é jogado dentro da lagoa central. Essa renaturalização proposta no projeto é muito importante, pois poderemos ter de volta toda a fauna e flora que já habitou a Lagoa Central”, conclui. 

A advogada e presidente do Conselho da Comunidade, Dra. Daniela Barbosa, saiu satisfeita com o projeto apresentado, e ressaltou: “A apresentação do projeto surpreendeu a todos pelas ideias inovadoras e que buscam valorizar a cultura da cidade. É importante, como mencionado pelo arquiteto responsável, a conscientização popular na preservação do meio ambiente e na não poluição desse mesmo meio ambiente. Isso permitirá que as intervenções se amoldem a paisagem da lagoa prejuízos aos ecossistemas existentes”, destaca Daniela. 

Ela também se atentou a outro importante desafio da atual gestão. “Ressalta-se que a prefeitura terá que alterar algumas legislações vigentes, como o código de posturas, até mesmo para que se possa permitir mesas e cadeiras nos espaços destinados a eventos na orla da Lagoa Central, como a feira dos domingos. A implantação de uma ciclovia seria uma conquista importante a ser acoplada no projeto”, conclui. 

A primeira etapa do projeto será a construção do Deck de madeira, com extensão de 1,5km. De acordo com o vice-prefeito, esses recursos já foram viabilizados, juntamente com parte da iluminação do local e recuperação do passeio. Vale ressaltar que essa audaciosa obra será feita em etapas, e os recursos poderão vir do Ministério das Cidades, emendas parlamentares e contrapartidas de empreendimentos na cidade. 

O que ficou claro na apresentação foi a unidade dentro da secretaria de desenvolvimento urbano e o envolvimento de toda equipe nesse “sonho”, de dar uma “nova cara” para Lagoa Santa. 

Por Felipe Cruz 

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e diretor de conteúdo.
“Cerque-se de pessoas que querem ver você crescer!”

Contato: (31) 99659-0015

Fullys
Compartilhar com:
Classifique este artigo
Sem Comentários

Comente