HomeEsporteGalo#109anos! Um amor sem precedentes!

Galo#109anos! Um amor sem precedentes!

Um amor sem precedentes! Assim pode ser definido o que um torcedor sente pelo Galo. Como Atleticano, poderia ficar horas e horas descrevendo o que o Atlético representa na minha vida ser atleticano. Poderia falar de jogos históricos que tive o privilégio de assistir no Mineirão ao lado de milhares de apaixonados torcedores.

Falar do Atlético enche meus olhos de lágrimas, me dá arrepio, passa um flash na cabeça. É uma paixão impossível de explicar, de medir, de falar. É algo que precisa ser sentido.

Meu jogo marcante, ainda com 12 anos de idade, foi em 1998, fase mata-mata do Campeonato Brasileiro, onde o Galo venceu por 3 x 2 o Cruzeiro. Aquele terceiro gol do Guilherme, de peito, me fez chorar de emoção pela primeira vez.

Também posso lembrar dos 4 x 0 ,com o famoso “Gol de costas” que o goleiro Fábio tomou. Ou dos 4 x 1 contra Corinthians e Flamengo, que Atleticano não chorou nesse dia? Mas prefiro lembrar da final da Copa do Brasil contra nosso maior rival, o Cruzeiro. Como bem dizemos, em nosso “Salão de Festas”.

Queria ter vivido os tempos de Reinaldo, Cerezo, Éder Aleixo, Dadá Maravilha, Buião, Marcelo Oliveira, Mastiguinha, dentre tantos outros que honraram a camisa do Atlético.

Mas não só de glorias viveu o clube. Ele passou por maus bocados, maus momentos, mas o amor de sua torcida sempre fez a diferença. Da queda ao topo, assim se resume a história do clube. E nessa data tão importante, homenagens estão acontecendo por todo país, dentro e fora de campo.

Assim será o 25 de março de 2017 do Atlético, um momento nostálgico para todos os atleticanos. Momento de lembrar dos grandes jogos que tivemos a oportunidade de assistir.

Na partida do próximo domingo (26) contra a URT, os jogadores entrarão em campo com camisas comemorativas. As camisas terão a hashtag #Galo109 e, ao invés de levarem os nomes dos atletas atuais, serão estampadas com os nomes de 30 dos maiores ídolos da história alvinegra, escolhidos por torcedores e por membros da imprensa mineira.

Por fim, encerro essa homenagem com a célebre frase de Roberto Drummond: “Enquanto houver uma camisa branca e preta pendurada em um varal durante uma tempestade, o atleticano torce contra o vento”.

Nosso maior título não é Libertadores, Brasileiro, ou Copa do Brasil em cima do Cruzeiro. Nosso maior título é ser Atleticano!

Parabéns Galo! Parabéns torcida atleticana! Feliz é o jogador que tem a oportunidade de jogar no galo. #galo109anos #maiordeminas

Por Felipe Cruz

 

 

Fullys
Compartilhar com:
Classifique este artigo

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e editor-chefe do Portal. "Acredite nos seus sonhos e vá em busca de realizá-lo". Obrigado pela confiança no Vetor Norte Notícias! Faça contato conosco - 3681-6467.

jrfelipecruz@gmail.com

Sem Comentários

Comente