HomeBHCenas fortes! No Morro é assim, o que vale é a lei dos homens
Quando a ficção tenta retratar a realidade de vilas e favelas, como nos filmes "Cidade de Deus" e "Cidade dos Homens", a sociedade se choca ao confrontar a realidade "lá de dentro" com a realidade "aqui de fora". Mas como todos nós sabemos, no Morro è assim, o que vale é a lei dos homens.

Cenas fortes! No Morro é assim, o que vale é a lei dos homens

Quando a ficção tenta retratar a realidade de vilas e favelas, como nos filmes “Cidade de Deus” e “Cidade dos Homens”, a sociedade se choca ao confrontar a realidade “lá de dentro” com a realidade “aqui de fora”. Mas como todos nós sabemos, no Morro è assim, o que vale é a lei dos homens.

O vídeo a seguir (cenas fortes) parece trecho de filme, difícil de acreditar, feito na Vila Cemig, região do Barreiro, em BH. Ele retrata justamente isso, como a lei dos homens é a que prevalece, dentro das comunidades. Um jovem, que aparentemente roubou aonde não devia, não foi entregue para as autoridades e não será preso. Ele, literalmente, pagará por esse crime conforme manda a “Lei dos Homens”.

Febre Amarela! Minas enfrenta surto da doença e cidades do Vetor estão em alerta

Mas calma, ele não foi morto, ele apenas levará pra sempre a marca desse erro, e sem sombra de dúvidas, pensará mil vezes antes de desrespeitar essas “leis”. Não queremos ser sensacionalistas ou chocar nossos leitores com o vídeo, queremos sim provocar uma reflexão diante dessas realidade tão próxima de nós.

Dizer que faltou oportunidade para esse jovem? Podemos dizer que sim. Mas a vida nos dá dois caminhos, basta sabermos qual seguir. Um sempre será mais fácil que o outro, mas cada um deles tem um preço a ser pago, e esse foi o preço pago por esse jovem!

Por Felipe Cruz

Compartilhar com:
Classifique este artigo

Formado em Jornalismo pelo Uni-BH, especializado em Marketing Político e Mídias Digitais. Ceo do Vetor Norte Notícias e editor-chefe do Portal. "Acredite nos seus sonhos e vá em busca de realizá-lo". Obrigado pela confiança no Vetor Norte Notícias! Faça contato conosco - 3681-6467.

jrfelipecruz@gmail.com

Sem Comentários

Comente